Confira as fotos do Caipirão 2017

Pós-evento: Caipirão 2017 - Desafios clínicos contemporâneos para o infectologista no interior de São Paulo

No dia 30 de junho de 2017, o Caipirão 2017 reuniu 138 inscritos, 21 palestrantes e 5 palestrantes residentes de várias cidades do interior de São Paulo no Auditório 5 da Faculdade de Ciências Médicas (FCM) da Unicamp. O evento gratuito e anual foi promovido pela Sociedade Paulista de Infectologia em parceria com a Unicamp, USP/Ribeirão Preto, UNESP/Botucatu e a Faculdade de Medicina de São José do Rio Preto.

Neste ano, entre os temas abordados nas palestras e conferências estavam: visão crítica sobre os Protocolos Clínicos e Diretrizes Terapêuticas atuais para infecção pelo HIV e hepatites virais, Candida auris: um desafio emergente, como manejar e controlar as Enterobactérias resistentes aos carbapenêmicos,  Infecções crônicas de difícil manejo, entre outros. Além disso, o evento contou com a apresentação de casos clínicos por residentes com discussões.

A Sociedade Paulista de Infectologia gostaria de agradecer a todos os palestrantes e participantes pela presença. Esperamos que esta tenha sido uma experiência positiva e que possamos recebê-los em breve em outras ocasiões!

Confira os depoimentos de alguns dos infectologistas que marcaram presença no evento!

“Frequento há duas décadas as Reuniões das Disciplinas de Infectologia de Universidades do Interior Paulista, um fórum conhecido pelo nome carinhoso de "Caipirão". O que percebo com clareza é que, ao longo dos anos, esse encontro se consolidou não só como espaço para atualização em temas relevantes, mas especialmente como oportunidade para networking e colaborações. Neste último evento, realizado em Campinas, houve completo sucesso nesse sentido. Os temas abordados (infecções pela Candida auris, um patógeno emergente; protocolos terapêuticos para AIDS e Hepatites crônicas; Febre Amarela; Enterobactérias Resistentes aos Carbapenêmicos, entre outros) foram oportunos e bem desenvolvidos, com discussão proveitosa. Mas o ponto alto foi a apresentação de casos clínicos por médicos residentes, seguida pela sabatina e debate com Professores de Infectologia de grande experiência clínica. Dessa forma, o "Caipirão" confirmou sua vocação para congregar a infectologia do interior com evidência científica e troca de experiências”. - Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza, Professor Adjunto - Departamento de Doenças Tropicais Faculdade de Medicina de Botucatu – Unesp

“À exemplo dos anos anteriores, o Caipirão 2017 transcorreu com alto nível médico-científico entre conferências, mesa-redonda e apresentação de casos clínicos. Difundiu conhecimentos médicos atualizados a médicos residentes e alunos participantes, os quais elogiaram o evento e manifestaram o desejo de participar dele no próximo ano. O objetivo de aproximar infectologistas das escolas médicas do interior paulista foi cumprido graças à organização e a hospitalidade dos colegas da UNICAMP e ao apoio da SPI. Foi mais um Caipirãobem-sucedido, simples, mas eficiente”. - Professor Roberto Martinez – Faculdade de Medicina de Ribeirão Preto - Usp

“Excelente reunião, principalmente com esse novo formato que instituimos o ano passado em Rio Preto, ou seja, apresentação de casos clínicos e discussão com participação de todos docentes presentes. A inclusão de mini conferências intercalando a apresentação dos casos clínicos também foram de alto nivel. Além disso, a simpatia da responsável pela disciplina da Unicamp, Dra. Mariângela, com seu sorriso nos recepcionando com todo carinho”. - Irineu Luiz Maia, MD, PhDDirector and Full-Professor, Infectious Disease MedicineHospital de Base, School of Medicine São José do Rio Preto

O encontro dos infectologistas do interior do Estado de São Paulo (Caipirão) ocorre desde 1990 praticamente de forma ininterrupta, alternando entre Campinas, Ribeirão Preto, Botucatu e São José do Rio Preto. O objetivo desses encontros é a troca de experiências, atualização profissional, divulgação das linhas de pesquisa e a consolidação de parcerias. Houve, ainda, um painel de discussão de casos, com apresentação de seis casos clínicos por médicos residentes dos Programas de Residência Médica em Infectologia das Faculdades do Estado, com intenso e profícuo debate entre os participantes da mesa.Foi um evento de sucesso, tanto do ponto de vista científico, seja pela qualidade das aulas ministradas pelos palestrantes ou pela intensa participação da plateia, altamente qualificada, quanto do ponto de vista de troca de experiências, consolidação de parcerias e congraçamento entre nossos pares”.- Plínio Trabasso, Chefe da Disciplina de Infectologia, Professor Associado (Livre-Docente) - Departamento de Clínica Médica, Faculdade de Ciências Médicas Universidade Estadual de Campinas

“O Caipirão é um evento anual que reúne as escolas de medicina do interior de São Paulo, especialmente, Faculdade de Medicina de Rio Preto, FM Ribeirão Preto - USP, FM Botucatu- UNIESP e a Unicamp. Este evento é tradicional há mais de 20 anos e que recentemente passou a contar com o apoio da Sociedade Paulista de Infectologia.Representa uma grande oportunidade para a troca de experiência clínica e de pesquisa em Infectologia, onde participam alunos de graduação e pós-graduação, residentes, médicos e professores. Além de manter uma aproximação entre as escolas de medicina do interior de São Paulo”. – Professora Maria Luiza Moretti – Área de Infectologia, Departamento de Clínica Médica FCM-UNICAMP.





Veja todas Notícias da SPI

13º Congresso Paulista de Infectologia