Pen drive detectará HIV em poucos minutos

​Com 95% de acerto, dispositivo criado por cientistas de Londres está em fase de estudos

O tempo médio de três dias de espera para obter o resultado de um teste de HIV pode estar com os dias contados. A boa notícia é que cientistas do Imperial College, de Londres, na Inglaterra criaram um dispositivo capaz de realizar o exame em menos de 30 minutos e, o melhor: pode ser feito em casa ou regiões remotas, sem acesso a laboratório, por exemplo.

Trata-se de uma espécie de pen drive que utiliza um chip de celular. Quando o dispositivo recebe uma gota de sangue, qualquer quantidade de vírus presente na amostra desencadeia uma mudança de acidez, que o chip transforma em um sinal elétrico. Este sinal  é enviado ao pen drive, que mostra o resultado rapidamente em um computador ou aparelho portátil. “Pegamos o trabalho que é feito neste equipamento, que tem o tamanho de uma fotocopiadora grande, e o encolhemos até caber em um pendrive”, explicaram os pesquisadores.

Com leitura rápida e altamente precisa de quanto vírus se encontra no sangue do paciente, o dispositivo se mostrou confiável, com 95 % de acerto quando comparado com testes de laboratórios, segundo estudo publicado pela revista Nature.

Ainda que os pesquisadores afirmem que a tecnologia esteja em estágio inicial, a invenção permite que os pacientes monitorem regularmente seus níveis de vírus – algo semelhante em como os portadores de diabete verificam os níveis de açúcar no sangue. “Monitorar a carga viral é crucial para o sucesso do tratamento de HIV. No momento, os exames muitas vezes exigem um equipamento caro e complexo que pode demorar alguns dias para produzir um resultado”, disse Graham Cooke, que co-liderou a pesquisa do departamento de medicina do Imperial College.

O próximo passo, segundo os cientistas, é permitir a mesma facilidade para o exame de outros vírus, como a hepatite, por exemplo.

Fonte: veja.abril.com.br/saude/pen-drive-detectara-hiv-em-poucos-minutos/





Veja todas Notícias da SPI