Infectoeste 2019: Confira os destaques da 6ª edição do Congresso de Infectologia do Noroeste Paulista

No dia 9 de novembro, aconteceu na Faculdade de Ciências da Saúde de Barretos – (FACISB), interior de São Paulo, a 6ª edição do Infectoeste (Congresso de Infectologia do Noroeste Paulista). O evento, que é considerado uma tradição, reuniu 150 inscritos, entre eles infectologistas, estudantes de medicina, médicos residentes e médicos não-especialistas.

Para a ocasião foi montada uma programação com conteúdos importantes que foram discutidos nas mesas, tais como: doenças virais crônicas, as arboviroses com impacto coletivo, doenças de transmissão vertical com status de epidemia, doenças negligenciadas e infecções mais comuns na comunidade, além da conferência sobre imunizações na era antivacina, que ocorreu no início do evento. Além disso, houve a exposição de 43 trabalhos científicos submetidos e apresentados em forma de posters, onde os três melhores levaram prêmios para casa e um sorteio do livro de "Infectologia: Bases Clínicas e Tratamento", escrito pelo Prof. Reinaldo Salomão, da Unifesp.

A Sociedade Paulista de Infectologia foi representada pelos membros da diretoria Dr. Luis Felipe Bachur e pela Dra. Karen Mirna Loro Morejon, que esteve presente para falar sobre a “Abordagem Terapêutica Inicial e Profilaxia HIV/Aids” e fez questão de destacar suas impressões. “Esse foi um encontro de união do interior, de alto nível científico com muitos representantes da graduação, residência e de médicos que já trabalham na área. Foi excelente e a equipe da cidade está de parabéns!”, declarou Morejon.



O médico infectologista e coordenador do evento, Dr. Guilherme Carvalho Freire, se mostrou satisfeito com o resultado final do evento. “Foi um desafio, pois Barretos tem uma excelência dentro da infectologia, com um grande número de profissionais, uma instituição de ensino que ainda está em formação, com poucas turmas formadas. Mas a ideia do Infectoeste de colocar a especialidade neste circuito com as ideias da Sociedade Paulista de Infectologia foi fundamental e fantástico. Até porque, na nossa cidade temos a referência mundial da oncologia e essa questão mesmo dos alunos, da faculdade, da educação, do promover e fazer ciência isso é imprescindível. Acredito que esse evento corou um pouco esse contexto e deixou nós infectologistas ainda mais motivados”, comentou Freire.

O médico infectologista que atua na região de Barretos e esteve presente no encontro para moderar uma mesa sobre “Infecções Comunitárias de Importância Clínica”, Dr. Paulo de Tarso de Oliveira e Castro, considerou o evento proveitoso e que atingiu todos os seus objetivos no sentido de discutir, atualizar tratamento, diagnóstico e manejo das infecções mais prevalentes na especialidade.

A Sociedade Paulista de Infectologia agradece a participação de todos os palestrantes e participantes nesta edição do Infectoeste. Desejamos que tenha sido uma experiência proveitosa e esperamos recebê-los novamente no próximo ano.

Confira as fotos AQUI. Em breve, será disponibilizado o acesso para emissão do certificado de participação.   





Veja todas Notícias da SPI