Pós-evento: confira os destaques da terceira edição do Caiçarão em Santos

No dia 18 de agosto de 2018 aconteceu na Baixada Santista, no anfiteatro da Associação Paulista de Medicina de Santos, o Caiçarão 2018. A terceira edição do evento gratuito, promovido pela Sociedade Paulista de Infectologia, foi destinado aos médicos infectologistas, outros profissionais de saúde e estudantes de medicina, como o tema chave: “Infecções em idosos, aspectos práticos e essenciais". 



Focando na saúde do idoso, o evento contou com 24 participantes e sete palestrantes. As apresentações tiveram determinados temas, como: "Epidemiologia das infecções na população geriátrica", "Resposta imune do idoso", "Terapia Empírica das infecções do trato urinário", "Terapia Empírica das infecções de ósseas e partes moles", "Terapia Empírica das infecções do trato respiratório", "Terapia Empírica das infecções da corrente sanguínea e sepse", além da importância da vacinação na terceira idade e HIV em idosos.


Confira abaixo os depoimentos de alguns dos infectologistas que marcaram presença no evento:

O Caiçarão é um evento já consolidado na Baixada Santista e representa a possibilidade de atualização aos profissionais de saúde, bem como discutir com especialistas temas relevantes como o deste ano, o envelhecimento. As infecções em idosos têm importância por ser causa de internações e mortalidade. Sob o ponto de vista demográfico, a população idosa é definida pelo grupo etário de 65 anos ou mais. A Organização Mundial da Saúde (OMS) propõe que para países em desenvolvimento (Brasil), o limite etário seja de 60 anos ou mais, prevalecendo o mínimo de 65 anos para os países desenvolvidos.”– Dr. Juvêncio Furtado
 
“Apresentei um resumo da epidemiologia e do tratamento das infecções urinárias com foco na população idosa, norteando o tratamento desta que é a infecção mais prevalente na terceira idade. Por ser uma infecção muito prevalente nos idosos, é importante nortear o tratamento para quem vai atender no ambulatório, no PS ou prescrever para pacientes internados. Na minha apresentação, destaquei a importância de se conhecer os patógenos causadores de ITUs e o perfil de sensibilidade, bem como quais os limites de resistência para se poder prescrever o medicamento de forma empírica sem errar. As quinolonas continuam a ser os medicamentos mais usados nesta topografia, mas os alertas do FDA sobre esta classe de medicamentos nos fazem rever esta conduta e procurar outras opções terapêuticas.” – Dra. Thaís Guimarães

“O Caiçarão teve como foco a prevenção e infecção em idosos, tema muito importante já que grande parte da população da região é idosa. Na minha apresentação, destaquei a baixa cobertura vacinal nesta faixa etária, principalmente pela falta de prescrição de vacinas pelos médicos e pelas fake news, que são informações falsas distribuídas na internet, nesse caso muitas vezes atrelando efeitos negativos às vacinas. Esses pontos são muito preocupantes, pois várias doenças podem ser evitadas na vida adulta através de vacinação”. – Dra. Lucy Cavalcanti Ramos Vasconcelos
 
A Sociedade Paulista de Infectologia agradece a participação de todos os palestrantes e participantes nessa edição do Caiçarão. Desejamos que tenha sido uma experiência proveitosa e esperamos recebê-los novamente no próximo ano. 
 
Ganhadora da inscrição para o Congresso Paulista de Infectologia
Carolina Narita
carol_narita@hotmail.com





Veja todas Notícias da SPI